Você quer começar a investir em loteamentos, mas ainda não conhece tudo sobre o tema. Calma, isso é natural a qualquer empreendedor. Explicaremos tudo logo abaixo para que você não fique com dúvidas antes de investir.

Loteamento é quando um terreno maior é repartido em terrenos menores, chamados lotes. Esses lotes compõem o loteamento. Através da divisão, é possível segmentar os lotes de acordo com o objetivo do proprietário, para que sejam lotes residenciais, comerciais, industriais, etc.

Esse tipo de empreendimento envolve a criação de novas vias, logradouros, expansão das vias já existentes e o  crescimento do município. Um grande loteamento é como um novo bairro na cidade. Ele agrega valor para a região.

Então, é de esperar que algumas burocracias sigam a implementação de um loteamento valorizado.

O que uma incorporadora faz?

Esta é a empresa responsável por gerenciar etapas burocráticas da implementação de um loteamento.

Simplificando: são os profissionais da incorporadora que começam os processos, adquirem o terreno, identificam as possibilidades de valorização, viabilidade, construção e projeto arquitetônico – etapas prévias e decorrentes da obra.

Esse é o seu papel.

A incorporadora atua na construção de qualquer empreendimento, incluindo os loteamentos.

Por que o loteamento envolve aprovação do município?

Por se tratar de um grande empreendimento, que irá interferir no mapa da cidade, é preciso revisar todas as diretrizes de planejamento urbano já estabelecidas pelo município.

Essa aprovação consiste em assegurar que os direitos que envolvem a moradia, o espaço comercial e a indústria sejam cumpridos.

Por exemplo, é essencial que durante a construção seja feito o planejamento da infraestrutura básica (água, esgoto, energia elétrica, etc).

Quais os tipos de loteamento possíveis?

É possível separar os tipos de loteamento de acordo com o seu projeto de construção:

Um loteamento residencial é composto de lotes residenciais; um loteamento comercial é composto de lotes comerciais, e assim por diante. É possível planejar loteamentos mistos, além de loteamentos abertos (que integram o controle da prefeitura no cuidado de espaços públicos) e loteamentos fechados (no caso de condomínios).

É preciso uma incorporadora para começar um loteamento?

De um ponto de vista prático, é ideal que um proprietário investidor procure o auxílio de uma incorporadora. Desta forma, você irá garantir segurança e tranquilidade para organizar os planos.

Há loteamentos que não buscam pelos fundamentos corretos antes e durante a construção, e por isso não estão 100% regulamentados. São chamados loteamentos irregulares, um perigo tanto para as pessoas que podem a vir a morar nos lotes residenciais quanto para os comércios que podem vir a abrir nos lotes comerciais. O loteamento irregular até tem registro na prefeitura, mas não segue as diretrizes de planejamento urbano.

A consequência dessa irregularidade é a dificuldade em realizar outras transações ou concessões com a prefeitura, como para novas construções, abertura de lojas, clínicas, entre outras documentações.

Outro tipo de loteamento irregular, desta vez sem registro na prefeitura, são os loteamentos clandestinos. Estes, diferente do anterior, podem começar como ajuntamentos residenciais irregulares, que, com o passar do tempo, crescem para ruas e bairros. Muitas vezes esses locais não contam com a infraestrutura básica essencial para a vida.

Clique no banner para ser encaminhado até a página do download.

Como fazer do loteamento com a incorporadora um casamento lucrativo?

Estar legalmente em dia com as diretrizes do município é apenas uma das vantagens de recorrer à incorporadora. Junto dos profissionais da empresa escolhida, é possível solucionar problemas relativos aos orçamentos, à tabela de venda, ao aprimoramento do projeto arquitetônico e construtivo, além assegurar o realizar das obras até seu fim.

Contar com uma incorporadora é da natureza do empreendimento de lotes. É uma dor de cabeça desproporcional quando esse casamento “não dá certo”. Então, escolha de forma inteligente quem serão seus aliados.

Uma boa prática ao decidir a incorporadora para o investimento é analisar o perfil da empresa e de seus profissionais. Assim, opte por aquela que apresenta o perfil mais próximo do seu, seja esse eficiente, criativo ou de pensamento a longo prazo.

E lembre-se…

Não é na concepção de um sonho que o refinamos,
mas no amadurecimento da ideia. Pense bem e decida.

Esperamos tê-lo ajudado em sua jornada empreendedora.

A Euro estará feliz em recebê-lo para uma conversa particular. Fale com outro ser humano, agora.


Redação
Euro Contábil